iPhone inteligente da Gradiente

Desacreditada a Gradiente reaparece entre as empresas fabricantes de celulares que devem dar a volta por cima no ano que vem com o iPhone.

Quem achava que a gradiente estava fora do mercado de aparelhos celulares estava muito enganado, na verdade está mais forte do que nunca e com bons lançamentos para oferecer aos clientes. Apesar de não ser conhecido por muitos como um aparelho de primeira linha, os eventuais smartphones da Gradiente prometem fazer muito sucesso com o novo modelo que foi lançado e que será vendido no Brasil. Contudo, muitos podem estranhar o nome do aparelho que vai ser vendido em nosso país, ele se chamará iPhone, isso mesmo o nome usado pela marca Apple, mas tudo tem uma explicação já que a Gradiente recebeu do INPI a autorização vinda da empresa americana para poderem construir esse aparelho com o mesmo nome.

iPhone Gradiente

No site da empresa um aparelho é exibido com um sistema operacional Android 2.3.4, do Google, que de certa forma é um concorrente da Apple, neste anuncio o aparelho custa 599 reais. O aparelho comporta todas as operadoras de telefonia brasileira e ainda leva uma tela sensível ao toque de 3,7 polegadas, desde o ano 2000 que a empresa lutava para conseguir exercer o direito de lançar um aparelho com esse nome, mas somente em 2008 isso foi possível dificultando a criação de um celular que valesse a pena. Atualmente veremos esse aparelho chegando ao mercado e se depender do nome que tem ele certamente vai conquistar muitos clientes novos para uma empresa não tão experiente no assunto. Os interessados já querem saber qual vai ser a durabilidade desse produto, contudo, é normal que isso só seja possível depois de alguns meses de comercialização.

iPhone Gradiente

Demorou a ser lançado

Em primeiro lugar a empresa anunciou aos jornalistas que não teve a oportunidade de lançar logo esse aparelho porque desejava melhorar as condições, afinal quem nunca teve um bom celular no mercado precisa fazer algo para não errar e conseguir satisfazer aos clientes interessados. Esse retorno ao mercado que aconteceu somente agora em 2012 promete ser bem maior daqui para frente, esse nome de aparelho vai ficar vinculado à empresa até o ano de 2018, já que é esse o contrato assinado para que a marca possa trabalhar seguramente e sem se preocupar com o tempo que é bastante longo.

Até o momento ainda não temos notícias de quando é que esse aparelho vai estar disponível aos interessados em todo o país, mas é provável que isso aconteça até abril do ano de 2013 e que mais versões sejam lançadas para que não fique parado no tempo como já ocorreu em outras ocasiões. Uma das coisas que a empresa diz que vai trabalhar para tentar resolver é o problema nas baterias que acabam rapidamente, muitas tecnologias serão investidas para que isso passe a não ser um problema.

Publicado em 18/12/2012 por Andre
Revisado em 18/12/2012

Mais informações por email


Comentar